Blog Engefor
8
jun
Home blog » O que é composição de renda?

O que é composição de renda?

De uma maneira bem simplificada, a composição de renda pode ser considerada a soma das rendas de um número específico de pessoas, duas ou mais, por exemplo.

Uma configuração muito comum, é a composição de renda de casais, onde ambos declaram a quantia respectiva que recebem como salário e a soma delas é tida como um valor total único.

Mas não é apenas entre cônjuges que isso pode ser feito, na verdade, tudo depende das regras da instituição financeira. Outras composições são:

·                   Pais e filhos;
·                   Irmãos;
·                   Avós e netos;
·                   Tios e sobrinhos;

E mais recentemente, algumas instituições passaram a aceitar a composição de renda até entre amigos.

A quantidade de pessoas é uma variante que também é pré estabelecida pelas instituições financeiras e via de regra, se inicia com duas pessoas.

Para que serve a composição de renda

Geralmente o objetivo é a aquisição de um bem que tenha um valor expressivo como uma casa por exemplo.

De maneira geral, os bancos e financeiras não vão aceitar a sua renda na totalidade, eles farão um cálculo onde presumem que 30% da sua renda poderá efetivamente ser destinado para a compra que está desejando fazer.

Acontece, que para um bem de valor alto, esses 30% podem ser insuficientes, principalmente se o pretendente à compra não possuir dinheiro para entrada.

Nessa hora, a renda de outra pessoa cai como uma luva, sobretudo se o interesse da compra for um benefício mútuo. A soma das rendas fará com que os 30% correspondam a um valor muito mais alto.

Por exemplo, se a soma da renda de um casal com mais um filho somam R$10.000,00, as parcelas mensais de um financiamento devem ficar no máximo em R$3.000,00 por mês.

Composição de renda e responsabilidade

É muito importante que todos os envolvidos na composição de renda saibam que passam a se responsabilizar pelos pagamentos do que está sendo comprado, então, não é simplesmente comprovar ser capaz de contribuir com a compra e sim realizar os pagamentos também.

Esse é um ponto que vai garantir que não haja inadimplência e evita que outros problemas surjam no futuro.

A responsabilidade com a composição de renda é interessante, pois pode ser que alguém do grupo venha a ficar sem renda por um tempo e os demais precisarão se dividir para cobrir a falta.

Por motivos como esse, o ideal é não comprometer exatamente 30% da renda individual e pensar em algo que gire em torno de 20% e que isso seja sempre proporcional ao que cada um ganha.

Parece óbvio, mas é importante ressaltar isso.

A composição de renda pode ser uma excelente alternativa para pessoas, sobretudo famílias, que desejam adquirir um bem de valor mais alto e não conseguiriam atingir esse objetivo apenas com sua renda.

Com planejamento e organização financeira, muitos sonhos podem sair do universo dos sonhos e tornarem-se realidade.

Se você gostou desse conteúdo e gostaria de ver outros relacionados, nos siga nas redes sociais.

Nós estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.